logomarca
Home > Cursos > ATIVO IMOBILIZADO – CONTROLE E INVENTÁRIO – CPC/IFRS Controles e Inventario de Bens – Reflexos Fiscais – Testes de Recuperação

ATIVO IMOBILIZADO – CONTROLE E INVENTÁRIO – CPC/IFRS Controles e Inventario de Bens – Reflexos Fiscais – Testes de Recuperação

Compartilhe este curso!
 

Objetivo

  • Comentários
  • O conceito tradicional de “ativos corporativos” foi alterado pelas novas práticas contábeis em convergência para as normas internacionais e no âmbito empresarial tanto o investimento quanto os controlessão de grande valia em qualquer entidade, visto a sua aplicação direta na produção das “riquezas” ou na administração destas.
  • Objetivo
  • Conhecimento e atualização:       identificar e apresentar sugestões para o controle, inventário e testes de recuperação dos ativos nas atividades fins;
  • Definição de valores justos:        nos métodos (depreciação e amortização) e na vida útil econômica mantidos ou alterados de acordo com os “fenômenos” detectados nos testes de recuperação;
  • Gerenciamento e tomada de decisões: investimentos, descontinuidade e eventuais modificações nos processos internos de controle e uso de ativos (imobilizados e intangíveis).
  • A Quem se Destina:
  • Profissionais da área contábil (contadores, contabilistas, auditores, assistentes), estudantes, gestores e outros que de forma direta ou indireta se relacionam com o tema.
  • Metodologia:
  • Carga Horária:   8 hs presenciais e plantão de dúvidas por e-mail;
  • Conteúdo: apostila e materiais (planilhas e controles),
  • Aula Expositiva e Interativa:        apresentação, discussão, visão prática e interatividade nos casos previstos ou apresentados em sala de aula;
  • Recursos:  data-show, slides, planilhas eletrônicas e aplicativos oficiais;

Programa

  • Introdução ao Tema:
  • Visão geral:       ativo imobilizado – “opção ou obrigação”, erros do passado e efeitos na tomada de decisões empresariais;
  • Novidades:        imposição ou tendência societária nas novas práticas, uso de métodos de depreciação, vida útil econômica, testes na recuperação de ativos  e outras situações.
  • Quadro comparativo entre as práticas contábeis aplicadas aos ativos corporativos.
  • Ativo Imobilizado – CPCs 27, 29 e 06.
  • Principais elementos na Lei nº 12.973/2014:       efeitos fiscais às novas práticas contábeis:
  • Condições para imobilizar bens;
  • Efeitos e Controles:    em “impairment”, depreciação, AVP em aquisições de bens, condições para os juros na aquisição e custo atribuído;
  • Regras em leasing e valor justo de bens em incorporações.
  • Definições:        tipos de bens, análise quanto aos benefícios esperados e implantação de controles e normas de acordo com o perfil empresarial.
  • Reconhecimento (imobilização) Inicial: das regras tradicionais aos novos elementos de acordo com os pronunciamentos do CPC, tais como:
  • Custo de aquisição ou de formação:     documentos hábeis, composição do custo, tratamento dos bens agregados ao principal, bens de pequeno valor e casos de produzidos internamente;
  • Julgamento na aquisição:    sobre os benefícios econômicos esperados, operacionalidade e vida útil econômica;
  • Tratamento das “Reservas Técnicas” e Sobressalentes.
  • Alterações ao custo de aquisição:        manutenção (preventiva e corretiva), reformas, troca de partes e peças, novas funcionalidades (UP Grade) e situações em que o bem perde a sua função (em desuso);
  • Depreciação e amortização: análise dos métodos (produção, linear, cole, soma de dígitos e outros) mais apropriados, definição de vida útil, cálculos comparativos (fiscal x contábil),

 

  • Controle dos bens:     métodos tradicionais (identificação, localização, uso empresarial, etc.), normas internas (responsabilidade, transferência, ausências) e quanto ao destino dos bens obsoletos ou quando cumprirem com a função;
  • Inventário de bens:    regras, prazos e informações esperadas (localização, condições atuais, obsolescências, uso e assumissão de bens faltantes);
  • Custo Atribuído (deemed cost) X Reavaliação de Bens X Valor Justo: formalidades, empresas habilitadas, informações a serem consideradas e tratamento contábil fiscal;
  • Regras especiais:       arrendamento mercantil (CPC 06), ativos biológicos (CPC 29) e na descontinuidade dos bens (baixas ou mantido para venda);
  • Efeitos contábeis,fiscais:     alterações no fluxo contábil (contas, centro de custos, históricos e outras) e os efeitos fiscais (e-lalur / e-lacs, contas e subcontas);
  • Regras do PIS e COFINS:    determinação de créditos não cumulativos, formas de controles e aproveitamento;
  • Divulgações:      notas explicativas e efeitos nas demais demonstrações contábeis.
  • Testando a Recuperação destes Ativos – CPCs 01:         modelo em excel
  • Considerações iniciais:        definições básicas, obrigatoriedade e quem será penalizado por tais ausências de testes?;
  • Ativos a testar:  quanto à relevância, quanto a forma (individual ou UGC), quanto aos períodos de testes e outras situações;
  • Fonte das informações para o teste:    segregação e análise dos dados internos e externos neste processo (origem, consistência e tempestividade) bem como eventuais ajustes;
  • Recuperabilidade em prática:       conceitos e discussão de forma a permitir:
  • Determinação do valor recuperável (valor líquido de venda X valor em uso);
  • Análise e projeção de fluxos de caixa futuros (estimativas distorções econômicas esperadas e eventuais elementos especulativos);
  • Comparação entre elementos:     análise das principais ações ou ausência destas que possam alterar o valor a ser determinado (venda ou uso);

 

  • Reconhecimento dos ajustes:      fluxo contábil (conta, histórico, reversões), alterações esperadas (vida útil, depreciação, continuidade ou não), novos controles no processo e a divulgação em notas.
  • Uso prático do impairment test:   discussão dos principais benefícios destas ações aos usuários internos (empresários e administradores), bem como aos externos (acionistas, clientes, fornecedores, financiadores e outros).

Instrutor

Wilson Galdino

Ÿ    Contador, Economista, Instrutor de Cursos Empresariais, Consultor Empresarial em Contabilidade e Tributos, autor e atualizador de obras;

Ÿ    Especialista em Inteligência Fiscal na elaboração de rotinas eletrônicas na validação e confronto.

Ÿ    Especialização:        contabilidade internacional (Universidade La Salle de Sud América) e Contabilidade Tributária.

Ÿ   Participação ativa em quase todo o território brasileiro em Cursos, Seminários, Palestras e Consultoria Tributária;

Ÿ    Cargos Ocupados:   Contador, Consultor Especialista, Instrutor de Treinamentos Empresariais, Editor de Obras (Contábeis e Tributárias) em empresas multinacionais nos setores de indústria metalúrgica, comércio e serviços em operações no Brasil e no Exterior (Brasil, Chile, Estados Unidos, Portugal e Alemanha).

Informações Gerais

Data:
24/05/2018
Duração:
1 dia(s)
Horário:
08h30 às 12h e 13h30 às 18h
Carga horária:
8 horas
Local:
Hotel Mercury 07 de setembro
Telefone:
Cidade:
Curitiba
Endereço:
Av.07 de setembro 5368 Batel
Investimento:
R$ 799,00 até 15/04/2018 após R$ 989,00
Descontos:
02 inscrições 15% desconto ou Grátis a 3ª inscrição-04 inscrições 30% desconto ou a 5ª e 6ª inscrição Grátis.
Pagamento:
depósito, boleto bancário e todos cartões em até 12X
Material Incluso:
coffee breack, apostila,material de apoio, certificado e almoço.
Como chegar:

inscricao

 
fone agenda downloads

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

 
 
 
Qualidade Ibecc
selo
IBECC - Instituto Brasileiro de Ensino em Cursos Empresariais
Fone / Fax (41) 3501-9182 | (41) 3501-0608